Tecnologia é alternativa para empresas de cartões benefícios

As empresas de cartões benefício travaram uma verdadeira corrida tecnológica. O momento de crise tornou ainda mais dramático a necessidade pela busca de um diferencial no mercado de cartões benefícios. Somente em dois anos as dificuldades financeiras resultaram no fechamento de 1,7 milhões de vagas de emprego formal no Brasil, diminuindo o uso dos cartões, sem contar quem cancelou o contrato.

O jeito, em meio a tudo isso, foi a necessidade de garantir mais investimento em promoções e novidades para segurar  os clientes pela fidelidade à marca. A primeira revolução foi feita pela Alelo que lançou uma plataforma com realidade aumentada e um programa de promoções para o consumidor, incluindo notificações automatizadas pelo sistema no celular do usuário que alerta sobre abaixo de preços em itens que cabem ao perfil daquela pessoa.


Logo depois veio a Sodexo com a inovação de parcerias que permitem compras programadas online ou então o abastecimento da casa com produtos comprados pelo meio online por um preço mais baixo e com toda a garantia, afinal, é por canais oficiais. Os cupons promocionais também fizeram sucesso. Você pode conferir a novidade no seguinte link:http://www.congressodepublicidade.com.br/saldo-sodexo-alimentacao-pass/

Na Ticket a novidade foi um pouco mais cara, lançando um aplicativo que funciona como um atendente virtual que pode ser utilizado para olhar o cardápio, fazer o pedido ou então fazer uma programação que ajude a controlar as finanças por meio do aplicativo.


Todas estas estratégias utilizadas pelo setor ainda não foram o suficiente para baixar a inflação da redução total de funcionários com o efeito da crise no segmento de benefícios e corrosão do saldo do vale-alimentação ou vale-refeição. O risco é grande para as empresas, mas também está as ensinando a lidar com as variações do mercado e conseguir se destacar em relação as demais com diferenciais mais bem consolidados do que existe atualmente. 

Comentários