Quem é isento do IPVA no Rio de Janeiro? Saiba aqui quem não precisa pagar

Quem não precisa pagar o IPVA no Rio de Janeiro não é só quem tem carro antigo. Na lista de beneficiários também inclui muita gente que nem sabia que poderia ter a cobrança anulada do imposto, mesmo tendo um carro 0 km.

Do grupo de isentos se inclui, por exemplo, as pessoas portadoras de deficiências (PCD), portadores de doenças crônicas ou donos de carros que tenham a data de fabricação para 20 anos ou mais. Entretanto, quem é isento do IPVA não deixa de ter que pagar o Licenciamento RJ 2020. 

Como pedir a isenção?


Quem tem um veículo usado precisa fazer o pedido de isenção do IPVA 2020 no Rio de Janeiro até o fim do ano anterior. Por isso, ainda no final de 2019 é preciso notificar sobre a isenção e protocolar até último dia útil de 2019. Assim, o serviço não tem custo e o dono ficará liberto das taxações em 2020. Acesse o site do Detran RJ para conferir a tabela com os prazos da isenção.

O respeito aos prazos é fundamental para conseguir ficar livre do IPVA. Portanto, fique de olho no calendário de pagamentos do IPVA do Detran RJ em 2020 mesmo antes do ano começar.

Para que a resposta da isenção seja dada leva-se uma média de dois meses, em média, segundo informações do próprio Detran RJ. Mas o proprietário não precisa ter pressa, pois tudo acaba antes das cobranças do mesmo. 



Lista de doenças que garantem isenção do IPVA


são amputação, artrodrese, artrite, artrogripose, câncer de próstata pós cirúrgico, doenças do coração, cirurgia da coluna, cirurgia de joelho, cirurgia de punho, cirurgia e/ou lesão de ombro, condromalácia patelar, deficiência mental, deficiência visual, doença de Parkinson, encurtamento de membros, esclerose múltipla, escoliose acentuada, espondilite anquilosaste, estomias e hérnia de disco.

Outras situações de saúde que fazem parte da lista de isentos do IPVA são insuficiência renal, lesão por esforço repetitivo (LER), má formação, mastectomia, nanismo, neuropatias diabéticas, ostomia, paralisia, paralisia cerebral, poliomielite, problemas graves na coluna, prótese de fêmur, prótese interna ou externa, quadrantectomia, HIV, síndrome do túnel do carpo; tendinite crônica, tetraparesia e tetraplegia.

Veja aqui a lista completa de doenças.

Comentários